Segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2006

A questão das caricaturas

1.

Boa noite!

Vejo que a questão das caricaturas motivou mais intervenções! Sinal que somos capazes de diálogo! E este - DIÁLOGO - tem de ser precisamente uma das chaves do nosso tempo.

 2.

Eu não sei se é fácil, creio que não é mesmo...discutir estas questões sem termos em conta a nossa posição etnocêntrica. Ou seja...será que somos capazes de discutir tudo isto sem colocarmos a nossa ocidental culturazinha no centro?

3.

Eu (como todos vós certamente!) acredito que a civilização ocidental é a mais perfeita e a mais disposta ao aperfeiçoamento...de acordo aliás com esse grande filósofo chamado Karl Popper. Mas às vezes dou comigo a pensar que olhamos muito facilmente para a barbárie de algumas situações provocadas pelo fundamentalismo islâmico...mas esquecemos as barbaridades históricas ocidentais. Será preciso recordá-las?

4.

Preocupamo-nos muito, e ainda bem, com aquele mundo árabe onde milhões de mulheres não têm os direitos mais banais se tivermos em conta os nossos direitos ocidentais...Preocupamo-nos, e ainda bem, com aquelas turbas iradas e armadas que vociferam contra George Bush e contra a civilização ocidental...E agora contra os Nórdicos... Preocupamo-nos com tantas e tantas outras coisas praticadas e toleradas num civilização que continua a ter na Guerra Santa contra os infiéis um dos seus motivos máximos de mobilização.

5.

Mas será que no ocidente e noutras partes do mundo nada se passa? Tudo corre bem? Morrem milhões de crianças à fome em África e alguns oferecem-lhe comida de cão! A Sida continua a propagar-se assustadoramente por todo o Mundo e A Igreja Católica apostólica romana continuar a achar que o preservativo não pode ser usado! O meu relatório, se a isto que escrevo se pode chamar relatório...podia continuar!

6.

Qualquer que seja a nossa posição sobre estes assuntos há algumas coisas que não podemos esquecer:

 a) Somos cada vez mais um mundo multicultural e somos hoje mais do que nunca obrigados ao convívio multicultural. (Nas grandes cidades da Europa temos cada vez mais culturas diferentes, povos e etnias diferentes a conviver no mesmo espaço e as coisas nem sempre são fáceis. Basta recordar os recentes acontecimentos de Paris).

b) Apesar de admitirmos que somos sociedade multicultural nem sempre somos capazes de ter relações interculturais. (Basta recordar o tal etnocentrismo que na maior parte dos casos é responsável por algum racismo, alguma xenofobia e por vezes por algum chauvinismo (essa idiotice do patriotismo exagerado!)

c) Só uma atitude interculturalista nos poderá ajudar a compreender a humanidade no seu conjunto porque nos leva:

1. a compreender a natureza pluralista do nosso tempo e do nosso mundo;

2. a promover o verdadeiro diálogo entre as culturas;

3. a compreender a complexidade e a riqueza das diferentes culturas.

d) Este diálogo intercultural é a grande exigência do nosso tempo e a única estratégia que pode levar os seres humanos a encontrar as respostas aos grandes desafios do nosso tempo.

Hoje temos se ser capazes de encontrar um conjunto de valores morais partilhados:

- Defesa dos Direitos Humanos (A grande cartilha da DHDH)

- Defesa da liberdade, da igualdade e da solidariedade (No fundo a trilogia iluminista da Revolução Francesa sendo hoje a solidariedade o novo nome da fraternidade...)

- Respeito pelas (pequenas e grandes) diferenças culturais.

- Promoção de uma atitude permanente dialogante (olhando mais para o que nos une do que para o que nos separa, como já defendia o ecuménico João XXIII)

- Promoção de uma tolerância activa (onde o Bom Senso seja o guia fundamental).

PODEM CHAMAR-ME LÍRICO!

Mas eu sou por natureza um optimista e um sonhador. E como professor de Filosofia são estes valores que eu procuro partilhar com os adolescentes meus alunos! E já agora convosco...porque vocês merecem o tempo que eu passo a escrever estas coisas...certamente nem sempre bem escritas...mas que me saiem assim ao correr das teclas.

..........

J Vieira Lourenço (06-02-2006 - 12:29:40 AM)

publicado por lamire às 22:31
link do artigo | comentar | favorito

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.links

.pesquisar

 

.artigos recentes

. Exposição de Desenho, esc...

. XVIII Encontro SIC em Pom...

. Nesta noite de Natal

. Cónego Adriano Santo: Obr...

. Parabéns duplicados

. Faleceu o Celestino Mende...

. Pai de Padre Luís Leal, P...

. Padre de Lúcia já é bispo

. Operação Permanente de So...

. 17 encontro dos ex aluno...

. Religião: D. João Lavrado...

. AIC homenageia Cónego Adr...

. Centenário de Mons. Raul ...

. Cónego Dr. Manuel Paulo f...

. Al-BAIÄZ, Associação de D...

. Grupo de Ex funda OPS com...

. João Dias na despedida de...

. Família de quatro vive se...

. 25 anos de Bispo

. Reconhecimento Merecido

. Testemunhos vivos

. Bodas de ouro sacerdotais...

. Programas de Solidariedad...

. Ex.s - DEZ MANDAMENTOS

. Recado do Papa aos Bispos

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.temas

. todas as tags

.subscrever feeds