Segunda-feira, 20 de Março de 2006

Um apaixonado pela comunicação

O "Correio de Coimbra" contou, ao longo de trinta anos, com a cola­boração assídua, quer na administra­ção, quer na chefia de redacção, do cónego Adriano Simões Santo. Na hora da passagem de testemunho não podemos, por motivos de gratidão e de profunda amizade, deixar de lhe manifestar o nosso reconhecimento pelo seu exemplo de tenacidade, de empenhamento, de persistência e de verdadeira paixão que colocou neste serviço prestado à causa da Igreja através da imprensa diocesana.
O senhor cónego Adriano foi sem­pre, e vai continuar a ser, um apaixo­nado pela transmissão da fé e dos valores do humanismo cristão, ser­vindo-se dos meios de comunicação social, nomeadamente da imprensa.

A paixão vem-lhe da juventude.

De facto, quando ainda jovem sacerdote, fundou na sua primeira paróquia (Vila Verde) um pequeno jornal, que lhe serviu de ensaio para outros em­preendimentos em Penela e, depois, em Chão de Couce. Seguiu-se a direc­ção de "O Amigo do Povo", durante mais de 26 anos consecutivos, a che­fia de redacção do "Correio" duran­te dois anos, e sobretudo a dedicação incansável na administração de ambos os jornais ao longo de três décadas.
Neste campo, quem foi seu compa­nheiro de jornada durante um quarto de século não pode esquecer o rigor que sempre colocou no serviço admi­nistrativo, o interesse para que sem­pre se fizesse mais e melhor, traduzido em palavras de incentivo e em elogios às vezes imerecidos.
Atento observador da realidade, dividindo o seu tempo entre as activi­dades paroquiais, a vigaria pastoral e a administração diocesana, sobra­ram-lhe sempre uns minutos para es­crever os seus deliciosos "retalhos da vida" que, durante muitos anos pu­blicou, semana após semana no "Amigo do Povo", e que, mais tarde veio a reunir em volume que, pelo seu valor, apetece ainda reler.
Mas o cónego Adriano foi e é so­bretudo um grande amigo, sempre pronto a apoiar iniciativas, a lem­brar novos caminhos, a aplaudir os pequenos êxitos. Todos quantos com ele conviveram e com ele partilharam esta aventura de fazer nascer, todas as semanas, dois jornais são unâni­mes em reconhecer que, sem ele, a peregrinação teria sido muito mais difícil e a comunicação social dioce­sana não teria chegado tão longe.
Por tudo isso, aqui fica, senhor cónego Adriano, um abraço amigo, carregado da nossa admiração e da nossa estima. Bem-haja!

......................
O Director
A.JesusRamos,
Correio de Coimbra,9mar06

publicado por lamire às 02:37
link do artigo | comentar | favorito
|

.SIC

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.links

.pesquisar

 

.artigos recentes

. Exposição de Desenho, esc...

. XVIII Encontro SIC em Pom...

. Nesta noite de Natal

. Cónego Adriano Santo: Obr...

. Parabéns duplicados

. Faleceu o Celestino Mende...

. Pai de Padre Luís Leal, P...

. Padre de Lúcia já é bispo

. Operação Permanente de So...

. 17 encontro dos ex aluno...

. Religião: D. João Lavrado...

. AIC homenageia Cónego Adr...

. Centenário de Mons. Raul ...

. Cónego Dr. Manuel Paulo f...

. Al-BAIÄZ, Associação de D...

. Grupo de Ex funda OPS com...

. João Dias na despedida de...

. Família de quatro vive se...

. 25 anos de Bispo

. Reconhecimento Merecido

. Testemunhos vivos

. Bodas de ouro sacerdotais...

. Programas de Solidariedad...

. Ex.s - DEZ MANDAMENTOS

. Recado do Papa aos Bispos

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.temas

. todas as tags

.subscrever feeds