Sábado, 17 de Dezembro de 2005

Na sucata da vida!

Inverno e inferno são algozes palavras que se abraçam numa tenebrosa, mas ritmada sintonia. Esta cavernosa relação assume ainda mais relevância quando a estas palavras associamos uma outra: velhice.

Nas invernias da vida e com a colaboração das invernias do tempo um familiar meu teve que ser internado de urgência num hospital.

Naturalmente que logo que soube da notícia aí me dirigi para um aconchego, pois não é difícil imaginar a força que uma presença e uma palavra amiga podem ter nestas circunstâncias. Eram dezanove horas e a noite invernalmente gélida há muito tinha abafado o dia.

Entrei pela portaria deserta do hospital.

Achei estranho não ver ninguém a quem pudesse pedir uma informação e muito menos uma palavra amiga, um calor humano. Fui entrando. Apesar do hospital ser pequeno, não tinha a mínima ideia onde pudesse dirigir-me. Abandonado à minha sorte fui apalpando terreno, com a vã esperança que alguém me interceptasse e me questionasse o que andava a fazer, única e inusitada forma de resolver a minha questão.

Subi e desci escadas, descobri que o hospital andava em obras e nada. De repente ao fundo de um corredor para não dizer ao fundo do túnel ouvi um murmúrio de pessoas vivas e aí me dirigi.

- Que é que anda a fazer por aqui? - Perguntou-me um bombeiro.

Se eu já não tivesse lido alguns livros de Franz Kafka não ia acreditar naquilo que me estava a acontecer, como já li acabei por não me espantar com semelhante absurdo.

Tinha chegado às urgências, único ponto vivo daquele hospital às sete horas da noite, para não dizer da tarde! Apesar da reprimenda que levei, pois não devia andar por aqueles corredores fiquei feliz pois lá consegui caçar a informação que há muito andava à cata.

Subi ao segundo andar onde me disseram poder estar o meu doente. Dois corredores enormes. Mulheres à esquerda, homens à direita.

Comecei a ouvir gritos e gemidos. Seria uma nova visão do inferno? Seriam os corredores da morte? Interroguei-me.

Não. Tratava-se simplesmente de pessoas, todas elas idosas e doentes, tendo morrido dois homens no intervalo de quatro dias que durou o internamento do meu familiar. Não ponho em causa o acompanhamento e o tratamento que gente abnegada vai dando a estes doentes: pessoal auxiliar, enfermeiros médicos, a quem todos devemos estar agradecidos, simplesmente entendo que estes corredores não devem ser guetos onde se escondem, envergonhadamente, a velhice e a morte, como se uma e outra não tivessem nada a ver connosco, quando usufruímos de boa saúde.

Não se pode continuar só com lindas palavras. É preciso criar condições dignas para envelhecer e para morrer é necessário actuar. Se não for assim ficamos com uma impressão terrível da impessoalidade destes guetos de velhos, apetecendo proferir expressões como a que a ouvi a alguém que aí chegou desprevenido como eu, e vomitou dizendo:

- Isto parece uma sucata.

Face a isto, palavras para quê? É a vida.

Licínio Patarra,

in: Jornal da Gândara

publicado por lamire às 02:49
link do artigo | comentar | favorito
|

.SIC

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.links

.pesquisar

 

.artigos recentes

. Exposição de Desenho, esc...

. XVIII Encontro SIC em Pom...

. Nesta noite de Natal

. Cónego Adriano Santo: Obr...

. Parabéns duplicados

. Faleceu o Celestino Mende...

. Pai de Padre Luís Leal, P...

. Padre de Lúcia já é bispo

. Operação Permanente de So...

. 17 encontro dos ex aluno...

. Religião: D. João Lavrado...

. AIC homenageia Cónego Adr...

. Centenário de Mons. Raul ...

. Cónego Dr. Manuel Paulo f...

. Al-BAIÄZ, Associação de D...

. Grupo de Ex funda OPS com...

. João Dias na despedida de...

. Família de quatro vive se...

. 25 anos de Bispo

. Reconhecimento Merecido

. Testemunhos vivos

. Bodas de ouro sacerdotais...

. Programas de Solidariedad...

. Ex.s - DEZ MANDAMENTOS

. Recado do Papa aos Bispos

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.temas

. todas as tags

.subscrever feeds